4 JULHO 2021 | 96 KM / 1369 M+

LOCALIDADES: Chaves, Curalha, Moure, Vidago, Oura, Bornes de Aguiar, Vila Meã, Vila Pouca de Aguiar, Gralheira, Tourencinho, Vila Real, Povoação, Alvações do Corgo, Régua.


HOTEL: Hotel Vila Galé Douro

É na primeira região demarcada do mundo, o Alto Douro Vinhateiro, que foi construído o hotel Vila Galé Douro. Esculpido na encosta, mesmo em frente à Régua, este hotel de charme cativa desde logo pela vista deslumbrante sobre o rio e as vinhas.
Neste hotel no Douro privilegia-se o conforto e a decoração moderna. Mas a paisagem e o silêncio do local convidam a aproveitar a varanda panorâmica. O spa Satsanga, além da piscina interior aquecida e do jacuzzi exterior, surpreende pela fusão com a natureza, já que as suas paredes literalmente se entrelaçam com a rocha, proporcionando um ambiente de tranquilidade e relaxamento.


FOTOS


DESCRIÇÃO DA ETAPA: 

A grande aventura que vamos viver até Sagres inicia-se em Chaves, junto ao rio Tâmega, numa área de lazer que se prolonga até aos limites da cidade. O aquecimento continua por uma estrada secundária até à Povoação de Curalha, onde entramos no trilho de uma antiga linha de caminho-de-ferro, a Linha do Corgo.

Com 96 km, a Linha do Corgo tinha início na Régua, onde fazia ligação com a linha internacional do Douro (Porto-Salamanca), e terminava em Chaves. Funcionou de 1906 a 2009 e hoje em dia permite que se atravesse de bicicleta esta região montanhosa de uma forma bastante mais acessível do que a paisagem montanhosa sugere.

Mas isso não significa que o percurso seja plano. À passagem pela localidade de Vidago, com 18 km pedalados, inicia-se uma longa mas suave subida, dos 350 aos 740 metros de altitude, com cerca de 2% de inclinação média durante 22 km. Apesar da pouca inclinação, a velocidade diminui e os quilómetros custam mais a vencer. Para compensar, os últimos 55 km do percurso são praticamente sempre a descer, desde Vila Pouca de Aguiar, até à margem do Rio Douro, em Peso da Régua e pedalam-se num ápice, a grande velocidade!

Apesar dos quase 100 quilómetros pelo canal ferroviário, a etapa não é monótona e tem paisagens muito diversas. Zonas mais remotas e de floresta, à saída de Chaves. Passagem pelo centro de diversas localidades bem interessantes e cheias de história, como Vidago, Pedras Salgadas, Vila Pouca de Aguiar e a capital de distrito Vila Real. Campos de cultivo e pastagem, junto a aldeias mais pequenas e rurais.
Por fim a descida para a Régua, bem pelo coração da Região Demarcada do Douro. Atravessando as características vinhas em socalco, de onde são colhidas as uvas com que são produzidos alguns dos melhores vinhos de Portugal e que é uma área classificada como Património da Humanidade pela UNESCO.

Nos arredores de Peso da Régua cruza-se finalmente o Rio Corgo, que temos vindo a seguir bem de perto desde a sua nascente no concelho de Vila Pouca de Aguiar. De seguida cruzamos o Rio Douro por uma ponte pedonal e chegamos ao Vila Galé Douro, que nos vai acolher com uma vista espectacular sobre o rio e a cidade de Peso da Régua.


94.6 km, n/a


Alt 01


Imprimir